Atol Palmyra

Oceano Pacífico

Palmyra Atol

Palmyra é um atol desabitado, com 12 km² de área, na parte central do Oceano Pacífico. Localizado quase diretamente ao sul das Ilhas Havaianas, aproximadamente na metade do percurso entre o Havaí e a Samoa Americana. Seus 14,5 km de costa têm um ancoradouro conhecido como West Lagoon (Laguna Ocidental).

O atol consiste num extenso recife, duas rasas lagunas, e umas cinqüenta ilhotas de areia, rochas e recifes e barreiras cobertos pela vegetação, composta por coqueiros, Scaevolas, e altas Pisonias. À exceção das ilhas Sand, no oeste, e Barren, no leste, a maioria delas está conectada entre si. A maior das ilhas é a ilha Cooper, que fica no norte, seguida então pela ilha Kaula, situada no sul. O arco de ilhotas mais ao norte é formado pelas ilhas Strawn, Cooper, Aviation, Quail, e Whippoorwill, acompanhado no leste pelas ilhas Eastern, Papala, e Pelican, e ao sul pelas ilhas Bird, Holei, Engineer, Marine, Kaula, Paradise e Home (sentido horário).

Palmyra é um território dependente dos Estados Unidos. Sua propriedade plena está reservada à The Nature Conservancy, tratando o atol como uma reserva natural, sendo administrado de Washington pela Office of Insular Affairs, da United States Department of the Interior. As águas que o rodeiam, até o limite de 12 milhas, foram transferidas para a United States Fish and Wildlife Service, e designadas como Palmyra Atoll National Wildlife Refuge em 2001. A defesa é responsabilidade dos Estados Unidos.

Atualmente, não há nenhuma atividade econômica na ilha. Foram construídas muitas estradas e calçadas durante a Segunda Guerra Mundial, mas agora estão inadequadas e cobertas pela vegetação. Também há uma pista de aviação de aproximadamente 2 km, sem pavimentação e precisando de melhorias.

fonte: wikipedia 

redes sociais

apoio

cursos-online-gratis-ajudam-a-conseguir-emprego-ganhar-dinheiro

como chegar